17/06/2008

Hj, tudo se fez diferente:

pingos de brasas frias
qual faíscas de rios quentes.

2 comentários:

Andróide disse...

rápido e rasteiro, porém tocante...

Luciana Cavalcanti disse...

CONTUNDENTE. Penetrante...! Poema-corte-de-navalha...

Lindo, André!